Notícias

Loading...

terça-feira, 25 de outubro de 2011

FOLHETO CELEBRAÇÃO DA PALAVRA - XXXI DOMINGO DO TEMPO COMUM - ANO A - 30/10/2011

CELEBRAÇÃO DA PALAVRA
XXXI DOMINGO DO TEMPO COMUM - ANO A - 30/10/2011
(verde, Glória, Creio, III Semana do Saltério)
Anim. Encerrando o mês das missões, somos convidados a juntos celebrar a Palavra de Deus e comungar da Eucaristia, em comu­nhão com a Igreja que se reúne neste domingo e com todos os cristãos missionários, espalhados pelo mundo inteiro. Em torno do Cristo, nosso salvador e único Mestre, nos encontramos, e queremos assumir sua Palavra como luz para os nossos pés e guia para os nossos corações. Que a ação missionária da Igreja, além de elevar a Deus todo o louvor que lhe é devido, nos transforme em autênticos mensageiros do Evangelho.
1. ABERTURA [PARTITURA]
Eis-me aqui, Senhor! / Eis-me, aqui, Senhor!
Pra fazer Tua Vontade, pra viver no Teu amor. / Pra fazer Tua Vontade, pra viver no Teu amor, / eis-me aqui, Senhor!
1. O Senhor é o Pastor que me conduz, / por caminho nunca visto me enviou. /
Sou chamado a ser fermento, sal e luz, / e por isso respondi: aqui estou!
2. Ele pôs em minha boca uma canção, / me ungiu como profeta e trovador, /
Da história e da vida do meu povo, / e por isso respondi: aqui estou!
2. SAUDAÇÃO
P. Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. T. Amém.
P. O Deus da esperança, que nos cumula de toda alegria e paz em nossa fé, pela ação do Espírito Santo, esteja conosco. T. Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo.
3. ATO PENITENCIAL
P. Em Jesus Cristo, o justo, que intercede por nós e nos reconcilia com o Pai, abramos o nosso espírito ao arrependimento para sermos menos indignos de aproximar-nos da mesa do Senhor. Confessemos os nossos pecados: T. Confesso a Deus todo-poderoso e a vós, irmãos e irmãs, que pequei muitas vezes por pensamentos e palavras, atos e omissões, por minha culpa, minha tão grande culpa. E peço à Virgem Maria, aos anjos e santos e a vós, irmãos e irmãs, que rogueis por mim a Deus, nosso Senhor.
P. Deus todo-poderoso tenha compaixão de nós, perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna. T. Amém.
4. GLÓRIA
P. Glória a Deus nas alturas, T. e paz na terra aos homens por Ele amados. / Senhor Deus, Rei dos céus, Deus Pai todo-poderoso. / nós vos louvamos, nós vos bendizemos, / nós vos adoramos, nós vos glorificamos, / nós vos damos graças por vossa imensa glória. / Senhor Jesus Cristo, Filho Unigênito, / Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai. / Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós. / Vós que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica. / Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de nós. / Só vós sois o Santo, só vós, o Senhor, / só vós o Altíssimo, Jesus Cristo, / com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai. Amém.
5. ORAÇÃO
P. Oremos (silêncio): Ó Deus de poder e misericórdia, que concedeis a vossos filhos e filhas a graça de vos servir como devem, fazei que corramos livremente ao encontro das vossas promessas. Por N.S.J.C. T. Amém.
Anim. Ouçamos a Palavra que nos convoca à missão de anunciar o seu Evangelho.
6. PRIMEIRA LEITURA (Ml 1,14b-2,2b.8-10)
Leitura da Profecia de Malaquias - 14Eu sou o grande rei, diz o Senhor dos exércitos, e o meu nome é terrível entre as nações. 2,1E agora este mandamento para vós, ó sacerdotes. 2Se não quiserdes ouvir e tomar a peito glorificar o meu nome, diz o Senhor dos exércitos, lançarei sobre vós a maldição. 8Vós, porém, vos afastastes do reto caminho e fostes para muitos, na observância da lei, pedra de tropeço; quebrastes o pacto de Levi, diz o Senhor dos exércitos; 9e eu também vos fiz desprezíveis e vos rebaixei aos olhos de todos os povos, na medida em que não guardastes meus caminhos e praticastes discriminação de pessoas no serviço da lei. 10Acaso não é um só o pai de todos nós? Acaso não fomos criados por um único Deus? Então, por que cada um de nós é desonesto com seu irmão, violando o pacto de nossos pais? - Palavra do Senhor. T. Graças a Deus.
7. SALMO RESPONSORIAL 130/131 [PARTITURA]
Guardai-me, ó Senhor! Convosco, em vossa paz!
1. Senhor, meu coração não é orgulhoso, nem se eleva arrogante o meu olhar; não ando à procura de grandezas nem tenho pretensões ambiciosas!
2. Fiz calar e sossegar a minha alma; ela está em grande paz dentro de mim, como a criança bem tranqüila, amamentada no regaço acolhedor de sua mãe.
8. SEGUNDA LEITURA (1Ts 2,7b-9.13)
Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Tessalonicenses - Irmãos: 7Foi com muita ternura que nos apresentamos a vós, como uma mãe que acalenta os seus filhinhos. 8Tanto bem vos queríamos, que desejávamos dar-vos não somente o evangelho de Deus, mas até a própria vida; a tal ponto chegou a nossa afeição por vós. 9Irmãos, certamente ainda vos lembrais dos nossos trabalhos e fadigas. Trabalhamos dia e noite, para não sermos pesados a nenhum de vós. Foi assim que anunciamos o evangelho de Deus. 13Por isso, agradecemos a Deus sem cessar por vós terdes acolhido a pregação da palavra de Deus, não como palavra humana, mas como aquilo que de fato é: palavra de Deus, que está produzindo efeito em vós que abraçastes a fé. - Palavra do Senhor. T. Graças a Deus.
9. ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO [PARTITURA]
Aleluia, Aleluia, Aleluia. (bis)
Só um é o nosso Pai, o vosso Pai celeste, um só é o vosso guia Jesus Cristo o Messias.(bis)
10. EVANGELHO (Mt 23,1-12)
P. O Senhor esteja conosco. T. Ele está no meio de nós.
P. Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus. T. Glória a vós, Senhor.
P. Naquele tempo, 1Jesus falou às multidões e a seus discípulos: 2”Os mestres da lei e os fariseus têm autoridade para interpretar a lei de Moisés. 3Por isso, deveis fazer e observar tudo o que eles dizem. Mas não imiteis suas ações! Pois eles falam e não praticam. 4Amarram pesados fardos e os colocam nos ombros dos outros, mas eles mesmos não estão dispostos a movê-los, nem sequer com um dedo. 5Fazem todas as suas ações só para serem vistos pelos outros. Eles usam faixas largas, com trechos da Escritura, na testa e nos braços, e põem na roupa longas franjas. 6Gostam de lugar de honra nos banquetes e dos primeiros lugares nas sinagogas; 7Gostam de ser cumprimentados nas praças públicas e de serem chamados de mestre. 8Quanto a vós, nunca vos deixeis chamar de Mestre, pois um só é vosso Mestre e todos vós sois irmãos. 9Na terra, não chameis a ninguém de pai, pois um só é vosso Pai, aquele que está nos céus. 10Não deixeis que vos chamem de guias, pois um só é o vosso Guia, Cristo. 11Pelo contrário, o maior dentre vós deve ser aquele que vos serve. 12Quem se exaltar será humilhado, e quem se humilhar será exaltado”. - Palavra da Salvação. T. Glória a vós, Senhor.
11. PROFISSÃO DE FÉ
P. Creio em Deus Pai todo-poderoso / T. criador do céu e da terra,/ e em Jesus Cristo seu único Filho, nosso Senhor, / que foi concebido pelo poder do Espírito Santo; /nasceu da Virgem Maria;/ padeceu sob Pôncio Pilatos, / foi crucificado, morto e sepultado. / Desceu à mansão dos mortos; /ressuscitou ao terceiro dia, / subiu aos céus; / está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso, / donde há de vir a julgar os vivos e os mortos. / Creio no Espírito Santo; / na Santa Igreja Católica; / na comunhão dos santos; / na remissão dos pecados; / na ressurreição da carne; / na vida eterna. T. Amém.
12. ORAÇÃO DOS FIÉIS
P. Irmãos e irmãs, elevemos a Deus Pai nossas preces, na certeza de que elas serão atendidas pelo seu infinito amor. Rezemos juntos:
T. Senhor, atendei a nossa prece.
1. Ó Deus, vós que sois nosso único Pai, fortalecei a Igreja em sua missão pastoral.
2. Abençoai os missionários e missionárias em sua tarefa de evangelização.
3. Consolidai em nossa paróquia a vivência da fé e o espírito missionário.
4. Ajudai-nos a transformar nossa comunidade de fé em sal, luz e fermento do Evangelho.
5. Iluminai nossas decisões e fazei que do trabalho de nossas mãos, bons frutos sejam produzidos.
6. Abençoai nossas famílias em sua luta pela vida e dignidade.
7. Olhai pela nossa terra e iluminai os horizontes da nossa cultura.
(outras intenções da comunidade)
P. Tudo isso, vos pedimos, ó Pai, por Cristo nosso Senhor.
T. Amém.
13. APRESENTAÇÃO DAS OFERENDAS [PARTITURA]
1. Bendito seja Deus Pai, do universo criador, pelo pão que nós recebemos, foi de graça e com amor.
O homem que trabalha faz a terra produzir. O trabalho multiplica os dons que nós vamos repartir.
2. Bendito seja Deus Pai, do universo o criador, pelo vinho que nós recebemos, foi de graça e com amor.
3. E nós participamos da construção do mundo novo com Deus, que jamais despreza nossa imensa pequenez.
14. RITO DE LOVOR
P. Graças e louvores sejam dados a todo o momento T. Ao Santíssimo e Diviníssimo Sacramento! (3x)
P. Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. T. Como era no princípio agora e sempre, amém!
P. Irmãos: agradecidos, elevemos nossos louvores ao Pai. Com braço forte Ele conduziu seu povo e continua, com a luz de seu Espírito, a acompanhar a Igreja peregrina neste mundo. T. Bendito e louvado seja Deus, Pai que tanto amor demonstra a todos nós.
P. O Senhor esteja conosco. T. Ele está no meio de nós.
P. Elevemos ao Senhor nosso louvor. T. É nossa alegria e salvação.
P. Nós vós damos graças, ó Pai, por toda a vossa criação e por tudo o que fizestes no meio de nós, por intermédio de Jesus Cristo, vosso Filho e nosso irmão, que nos destes como imagem viva do vosso amor e de vossa bondade. T. Por nós fez maravilhas, louvemos o Senhor!
P. Enviai sobre nós, aqui reunidos, o vosso Espírito e dai a esta terra, que nos sustenta, sobretudo aqui, no Residencial Olímpia, uma nova face. Que haja paz em nossas famílias e cresça nesta Comunidade de Todos os Santos e Mártires, a alegria de sermos vossos filhos amados por Cristo, nosso Senhor. T. Por nós fez maravilhas, louvemos o Senhor!
P. Pela Palavra do Evangelho de vosso Filho, fazei que as Igrejas do mundo inteiro caminhem na unidade com o Santo Papa Bento XVl e sejam sinais da presença do Cristo ressuscitado. Tornai nossa comunidade e paróquia cada vez mais sinal de bondade e muito mais unida na caminhada com toda nossa Arquidiocese. Abençoe nosso bispo e pastor (...), abençoe também nosso pároco (...), a quem escolhestes para conduzir nossa paróquia ao banquete definitivo do Senhor. T. Por nós fez maravilhas, louvemos o Senhor!
P. Lembrai-vos, ó Pai, dos nossos irmãos e irmãs que morreram na paz de Cristo..., e de todos os falecidos, cuja fé só vós conhecestes; acolhei-os junto a vós, na luz da vossa infinita misericórdia. T. Por nós fez maravilhas, louvemos o Senhor!
P. Ó Deus, criador do céu e da terra, os nossos louvores e as nossas preces cheguem a vós pelas mãos daquele que é nosso único mediador, Jesus Cristo, vosso Filho e Senhor nosso. T. Amém.
P. Rezemos com amor e confiança a oração que o Senhor nos ensinou: T. Pai nosso que estais nos céus, santificado seja o vosso nome; venha a nós o vosso Reino, seja feita a vossa vontade assim na terra como no céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje; perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal.
P. Livrai-nos de todos os males, ó Pai, e dai-nos hoje a vossa paz. Ajudados pela vossa misericórdia, sejamos sempre livres do pecado e protegidos de todos os perigos, enquanto vivendo a esperança, aguardamos a vinda do Cristo Salvador. T. Vosso é o reino, o poder e a glória para sempre!
P. Rezemos também pela paz no mundo e neste local (...), onde nos fixastes. T. Senhor Jesus Cristo, dissestes aos vossos Apóstolos: Eu vos deixo a paz, eu vos dou a minha paz. Não olheis os nossos pecados, mas a fé que anima a vossa Igreja; dai-lhe, segundo o vosso desejo, a paz e a unidade. Vós que sois Deus, com o Pai e o Espírito Santo. Amém.
P. Senhor todo-poderoso, criastes todas as coisas e nos destes alimentos que nos sustentam, concedei-nos crescer na vida espiritual pelo pão da vida que vamos receber. Por Jesus Cristo vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. T. Amém.
P. Irmãos e irmãs, participemos da comunhão do Corpo do Senhor em profunda unidade com todos os nossos irmãos que, neste dia, tomam parte da Santa Missa, memorial vivo da paixão, morte e ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo. Felizes os convidados para a Ceia do Senhor. Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo. T. Senhor, eu não sou digno de que entreis em minha morada, mas dizei uma palavra e serei salvo.
P. O Corpo de Cristo nos guarde para a vida eterna. T. Amém.
15. CANTO DE COMUNHÃO [PARTITURA]

1. O nosso Deus com amor sem medida/ Chamou-nos à vida, nos deu muitos dons./ Nossa resposta ao amor será feira/ Se a nossa colheita mostrar frutos bons.
Mas é preciso que o fruto se parta/ E se reparta na mesa do amor. (Bis)
2. Participar é criar comunhão/ Fermento no pão, saber repartir,/ Comprometer-se com a vida do irmão/ Viver a missão e se dar e servir.
3. Os grãos de trigo em farinha se tornaram/ Depois se transformam em vida no pão./ Assim também, quando participamos/ unidos criamos maior comunhão.
16. ALMA DE CRISTO
Alma de Cristo, santificai-me / Corpo de Cristo, salvai-me / Sangue de Cristo, inebriai-me / Água do lado de Cristo, purificai-me / Paixão de Cristo, confortai-me / Ó bom Jesus, escutai-me / Dentro de vossas chagas, escondei-me / Não permitais que me separe de vós / Do espírito maligno, defendei-me / Na hora da morte, chamai-me, e mandai-me ir para vós, para que com vossos santos vos louve, por todos os séculos dos séculos. Amém!
17. ORAÇÃO APÓS A COMUNHÃO
P. Oremos (silêncio): Ó Deus, frutifique em nós a vossa graça, a fim de que, preparados por vossos sacramentos, possamos receber o que prometem. Por Cristo, nosso Senhor. T. Amém.
18. BÊNÇÃO E DESPEDIDA
P. O Senhor esteja conosco. T. Ele está no meio de nós.
P. Abençoe-nos Deus todo-poderoso, Pai e Filho + e Espírito Santo. T. Amém.
P. Vamos em paz e o Senhor nos acompanhe. T. Graças a Deus.
19. CANTO FINAL [PARTITURA]
1. Pelo Batismo recebi uma missão/ vou trabalhar pelo reino do Senhor,
Vou anunciar o Evangelho para os povos/ vou ser Profeta, Sacerdote, Rei, Pastor,
Vou anunciar a Boa-nova de Jesus/ como profeta recebi esta missão,
Onde for serei fermento, sal e luz/ levando a todos a mensagem de cristão.
2. O Evangelho não pode ficar parado/ vou anunciá-lo esta é minha obrigação,
A messe é grande e precisa de operários/ vou cooperar na evangelização,
Sou mensageiro enviado do Senhor/ onde houver trevas irei levar a luz,
Também direi a todos que Deus é Pai/ anunciando a mensagem de Jesus.
LEITURAS DA SEMANA: de 31 de Outubro a 6 de Novembro de 2011
2ª-: Rm 11, 29-36; Sl 68 (69), 30-31. 33-34. 36-37 (R/. 14c); Lc 14, 12-14
3ª-: Rm 12, 5-16a; Sl 130 (131), 1. 2 . 3 (R/. Guardai-me, em paz, junto a vós, ó Senhor!); Lc 14, 15-24
4ª-: Fiéis Defuntos - Jó 19,1.23-27ª; Sl 27( 26); 1Cor 15, 20-23; Mt 11,25-30
5ª-: Rm 14, 7-12; Sl 26 (27), 1. 4. 13-14 (R/. 13); Lc 15, 1-10
6ª-: Rm 15, 14-21; Sl 97 (98), 1. 2-3ab. 3cd-4 (R/. cf. 2b); Lc 16, 1-8
Sab.: Rm 16, 3-9.16.22-27; Sl 144 (145), 2-3. 4-5. 10-11 (R/. cf. 1b); Lc 16, 9-15
Domingo: Todos os Santos - Ap 7, 2-4. 9-14; Sl 23 (24), 1-2. 3-4ab. 5-6 (R/. cf. 6); 1Jo 3, 1-3; Mt 5, 1-12a

Nenhum comentário:

Postar um comentário